Buscar
  • Elisa Lopes

Virando mãe...


Ser mãe é mesmo padecer no paraíso?

É a melhor coisa que já te aconteceu?

Você se sente completa?

Essas são questões a serem discutidas. Por que tantas mães se sentem tão perdidas mesmo depois da realização de um grande sonho? O que está faltando na sua vida? Por que a vida que você está levando não é exatamente a que sonhou?

Como mudar isso? Dando o primeiro passo! Conseguir o que se deseja só depende de você! E quando nos movimentamos a energia flui, o universo conspira a favor, os outros também se abrem, os sorrisos vem mais fáceis e a sua vontade te torna tão grande e mais realizada, que de repente tudo ao redor te favorece.

Se questione, se conheça, se entenda! São tantos sonhos, idéias, planos e compromissos que ficam só na vontade, que parece até que um bloqueio físico te impede de chegar lá.

Quem nunca entrou em uma crise com o marido e mesmo sabendo que algo devia mudar, só conseguia piorar?

Ou aqueles quilinhos extras que incomodavam e de repente viraram calças que não fecham e roupas que só escondem o corpo?

A paciência que era seu ponto forte e que parece ter ido dar uma volta para nunca mais voltar.

Os planos de cuidar de filho e trabalhar, que você nunca conseguiu conciliar.

O distanciamento das amigas que parecem sempre marcar o HH nas folgas da sua babá.

Tudo bem diferente do mundo lindo imaginado durante a gravidez e que agora parece muito distante, mas mudar alguns hábitos pode ser o primeiro passo para os seus olhinhos voltarem a brilhar de verdade. Um hábito, na maioria das vezes, está tão enraizado que nos boicotamos sem perceber.

Algumas vezes, na relação com o filho, com o marido, com o chefe, mãe, ou até mesmo com as assistentes de casa, temos atitudes que nos atrapalham muito, mas como aquilo já faz tão parte do dia a dia, nos acomodamos e nos conformamos que somos assim mesmo, sem força e até vontade para mudar.

Especialistas se dividem nas conclusões sobre o tempo que se leva para conquistar um novo habito - alguns dizem 21 dias, outros 30 - mas em uma coisa eles concordam: persistência e objetivos claros e motivadores são a chave do negócio.

Perder uns quilos pode te fazer bem, mas recuperar a auto estima e, ainda seduzir o marido, é melhor ainda.

Parar de fumar para respirar melhor é uma grande conquista, mas ser um grande exemplo para o seu filho não tem preço.

Controlar seus ataques de fúria na TPM pode evitar discussões, mas evitar a culpa depois de uma bronca sem razão no filho é para se comemorar.

E conseguir aquele emprego que você diz que quer, mas nunca fez nada para conseguir? Consiga e você vai se sentir beeem poderosa!!!!

Dê o primeiro passo. Estabeleça metas reais mas desafiadoras e comemore cada pequena vitoria. Um dia após o outro - com recaídas, sim, mas também com sonhos, motivação e muita vontade de chegar lá.

Isso vai despertar a guerreira que existe em você! Com tanta privação de sono, ela só anda meio adormecida, talvez com preguiça. Poucas horas de sono podem bloquear a parte do cérebro que nos faz sonhar. As dificuldades, afazeres e compromissos muitas vezes tiram nosso tempo para acreditar, mas aos pouquinhos, a sua realização pessoal voltará a brilhar!

E se você é mãe, não duvide: você pode chegar lá e esse lá pode ser bem longe, na distância que você acreditar!!


1 visualização

(11) 98202-4909

©2018 BY ELISA LOPES CONSULTORIA DE QUALIDADE DE VIDA. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM