Buscar
  • Elisa Lopes

Como dar conta de tudo?


Mais um ano vai chegar ao fim e junto vem a renovação da esperança e da fé de que agora vai.

Metas e objetivos que foram esquecidos, afrouxados, deixados de lado ou substituídos voltam a receber holofotes; seja para revalidá-los, riscá-los de vez ou reforçar os desejos.

Mas junto com esse momento de motivação e desejo de conquistar seus sonhos, vem também a angústia de como fazer para chegar lá. São tantos sonhos, desejos, objetivos, mas tem a rotina, os filhos, a casa, a empregada, o marido, os amigos, os pais, a academia, o trânsito, as contas à pagar, as cobranças, as exigências, as redes sociais, a comida, o doce, a dermatologista, o mercado financeiro, o mundo político, a crise, a violência, o ex-marido, a sogra, a enteada, o vinho, o cheque especial, o cartão de crédito, a meditação, a corrida... ufa.

Como dar conta de tudo? Simples: não dando!

Primeira lição do dia: não, não é possível dar conta de tudo. Somos seres humanos e não máquinas. Aquele clichê de que mulher faz mil coisas ao mesmo tempo e dá conta pode ser verdade em parte, mas sabe do que ela tem que dar conta? Do que é PRIORIDADE em sua vida.

Segunda lição do dia: Primeiro eu penso no que EU quero e tenho que fazer para realizar as minhas vontades e satisfações. Depois eu penso no que quero abrir mão, o quanto estou disposta a ceder, o quanto quero tal coisa em prol de outra, se estou fazendo por mim ou pelo outro...

Terceira lição do dia: A consciência do que é importante para mim, de quem eu sou, do que eu quero e do que posso abrir mão vem do autoconhecimento. Se olhar, com a sombra e a luz, dores e alegrias, frustrações e conquistas, reconhecimento e amor próprio é o que nos guia para a sensação de realização, produtividade e o dar conta.

Quarta lição do dia: Só me realizo quando me percebo, me respeito e me preencho.

E então pronto. Você dará conta do que realmente faz sentido para você. Tem alguma coisa que realmente é essencial na sua vida e você não está olhando e dando a atenção que precisa ou gostaria, então esse pode ser um objetivo para 2018. Olhe a sua roda da vida, os pilares que fazem você se sentir nutrida na alma. Esses pilares devem entrar como suas prioridades.

Claro que todos temos rotina, burocracias e obrigações do dia a dia que consomem nossa energia e tempo, mas se o dia tem 24 horas para você ou para qualquer mortal, quem escolhe o que fazer com o seu tempo??

Coloque no papel, escreva 2 objetivos reais, inteligentes, desafiadores e mensuráveis para realizar em 2018. Coloque a vista. Olhe com frequência. Relembre. A cada decisão que você tomar no seu dia a dia reflita: estou caminhando em direção ao que desejo e acredito?


1 visualização

(11) 98202-4909

©2018 BY ELISA LOPES CONSULTORIA DE QUALIDADE DE VIDA. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM