Buscar
  • Elisa Lopes

Em 2020 a gente fez o que deu


Você não está exausto porque anda fazendo muita coisa, porque tem muitas demandas e cobranças. Você está exausto porque não está se abastecendo com o combustível correto. Você sabe o que realmente te preenche, te nutre e abastece? Pois o seu tanque também precisa ter o conteúdo correto. Pois se não o seu motor pifa, a sua cabeça fica lenta, o seu humor instável, o seu corpo cansado, seu olhar apagado, seu sorriso escondido e seu eu esquecido.

Em 2020, a gente fez o que deu.

Poucas coisas saíram como o planejado. Não havia uma pandemia programada. Ah e isso deu raiva, indignação, desespero, medo, tristeza. Causou confrontos, discussões, o mundo parece que foi colocado em uma panela de pressão.

Projetos e planos foram adiados. A ansiedade explodiu. Rotas e caminhos foram revistos.

E agora pasmem: já nos aproximamos de 2021.

Mas em 2020, a gente fez o que deu.

Estamos encerrando um ciclo, todo fim de ano é momento de refletir, parar, analisar, mas parece que passamos o ano fazendo isso.

Então agora vamos pensar que em breve se inicia um novo momento, uma nova etapa, uma página em branco, cheia de oportunidades.

E como todo ciclo que se inicia, podemos nos alimentar e nos energizar com a fé e esperança de que dias melhores virão.

Porque em 2020, a gente fez o que deu.

Porém, a imprevisibilidade e incerteza da vida não mudam.

Então, nos agarramos a aquilo que está no nosso controle: o que eu sou, como eu escolho reagir, como eu espero me sentir, o que eu acredito, como me vejo, como me alimento, como me cuido...

E aí, o que podemos avaliar nesse momento, é que este ano nos deu uma nova bagagem. Cada um de nós se conheceu um pouco mais nesses últimos meses e alguns até se redescobriram, ou descobriram novas facetas.

E mesmo que, ainda, para algumas pessoas, ou em alguns aspectos, essas descobertas ainda não estejam conscientes, ou se já conscientes ainda não transformadas em uma ação prática, temos uma grande oportunidade em mãos: transformar esses aprendizados em atitudes concretas e fazer acontecer o que deseja.

Porque em 2020, a gente fez o que deu.

Mas agora, vamos colocar em prática quem você quer ser. Como quer agir. E o que quer realizar na sua vida em 2021. Seja na carreira, ocupação, relacionamentos, alimentação, atividade física, espiritualidade, ou no que quer que seja.

E se você, que ainda está com dificuldade de organizar suas ideias, parar para pensar, respirar ou avaliar qualquer coisa ou sensação porque ainda se sente mergulhado em um tsunami, você ainda está em tempo.

Seja exausto de nadar, quase se afogando, levantando-se para respirar, já pegando ar, ou já na areia se recuperando, recolha seus pertences realmente importantes, olhe ao redor, faça 10 respirações e olhe para dentro.

Porque em 2020 a gente fez o que deu.

Mas agora é hora de colocar as ideias no papel, organizar as prioridades, detalhá-las e olhar para o que pode ser feito daqui pra frente.

Tenho certeza de que olhando para dentro, em 2021 você vai se sentir mais feliz e preparado para lidar com a ansiedade e o estresse que as incertezas e imprevisibilidade da vida causam.

Mas lembrando e reforçando o pensamento que, assim como o futuro traz surpresas desagradáveis, traz muitas bençãos e presentes. Mas se não tivermos atentos, habituados e condicionados a olhar também por esse prisma, a magia de viver pode passar despercebida.

Porque em 2020 a gente fez o que deu. Mas em 2021 a gente vai fazer o que nos alimenta, nos move e nos faz ser feliz, mesmo que cheio de adaptações necessárias no meio do caminho.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

(11) 98202-4909

©2018 BY ELISA LOPES CONSULTORIA DE QUALIDADE DE VIDA. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM